Perguntas frequentes

Página Inicial
Gravidez
Porquê amamentar?
Recomendações OMS
A posição
Perguntas frequentes
Extrair e conservar o leite
Trabalhar e Amamentar
Direitos (legislação)
Dormir com o bebé
Pano porta-bebés
Testemunhos
Livros Recomendados
Hiperligações
Para pensar...
Quem somos

 

  1. Durante a gravidez, como posso preparar-me para amamentar?

  2. Durante a gravidez, a preparação dos mamilos para amamentar é importante?

  3. Posso não ter leite suficiente para o meu bebé?

  4. E se o meu leite for fraco?

  5. De quanto em quanto tempo devo dar o peito ao meu bebé?

  6. Quanto tempo deve durar cada mamada?

  7. Em cada mamada, deve mamar nos dois peitos ou apenas em um?

  8. Como posso aumentar a quantidade de leite que produzo?

  9. Não estará a fazer do meu peito uma chupeta?

  10. O meu filho já fazia intervalos de três horas entre cada mamada, mas hoje está a querer mamar a toda a hora. Será que o meu leite ficou fraco?

  11. Até quando devo amamentar o meu bebé?

  12. O meu filho já fez dois anos e continua a querer mamar. Tenho ouvido alguns comentários negativos a esse respeito porque ele já é "crescido". Devo desmamá-lo?

 

horizontal rule

Durante a gravidez, como posso preparar-me para amamentar ?

A melhor forma de se preparar para amamentar é ler e aprender, o mais que puder, sobre amamentação. 
É provável que vá encontrar informação muito contraditória sobre aleitamento materno e que se vá sentir confusa por causa disso.
É muito importante que obtenha informação completa e actualizada sobre este tema visto que existem muitos mitos e práticas erradas (até mesmo por alguns profissionais de saúde) em matéria de aleitamento materno.
A OMS (Organização Mundial de Saúde) e a UNICEF, são organizações de referência para a defesa de uma boa saúde e dos direitos das crianças, e fornecem recomendações muito importantes sobre o que é necessário para amamentar com sucesso.
É particularmente importante aprender a posicionar correctamente o bebé ao peito e a fazer com que ele “agarre” correctamente a mama.
Na nossa página de Livros Recomendados, encontrará boas sugestões de leitura sobre aleitamento materno.
Na página de hiperligações encontrará vários sites que a podem ajudar.

Início da Página

horizontal rule

Durante a gravidez, a preparação dos mamilos para amamentar é importante ?

As manobras para modelar os mamilos, a aplicação de diversos tipos de cremes, a expressão de colostro durante a gravidez e a fricção dos mamilos não são eficazes como forma de preparação para amamentação e não evitam o aparecimento de problemas tais como a formação de gretas ou mamilos dolorosos. 
A aplicação de álcool ou a lavagem dos mamilos com sabonete (ou gel duche, ou outro agente detergente) aumenta a incidência de problemas tais como mamilos dolorosos. 
Recomendamos, por isso, que os mamilos sejam lavados apenas com água.

Início da Página

horizontal rule

Posso não ter leite suficiente para o meu bebé ?

A imensa maioria das mulheres pode produzir leite suficiente para os seus filhos.
A causa principal que leva as mulheres a pensar que não têm leite suficiente é falta de informação, falta de apoio e de conhecimentos técnicos.
Quando o bebé mama ao peito, estimula as terminações nervosas que farão com que a sua mãe produza muito leite. Quanto mais o bebé mama, mais leite a mãe produz.
Por isso, as mães que têm gémeos conseguem produzir leite suficiente para dois bebés.

Início da Página

horizontal rule

E se o meu leite for fraco?

Não existe leite fraco!
Se alguém lhe falar de "leite fraco" é porque está mal informado sobre aleitamento materno. 
O leite humano tem um aspecto mais aguado do que o leite de vaca porque o leite de cada espécie de animal é quimicamente adequado para as respectivas crias (por exemplo, o leite de vaca é quimicamente ideal para alimentar bezerros, e não é adequado ao bebé humano).

Início da Página

horizontal rule

De quanto em quanto tempo devo dar o peito ao meu bebé?

Depende do bebé: há bebés que têm necessidade de mamar frequentemente e durante muito tempo e outros que mamam mais espaçadamente e fazem mamadas mais curtas. Cada bebé tem a sua maneira pessoal de alimentar-se e sentir-se confortado.
Deixe o seu bebé mamar em regime livre, isto é, sempre que ele pedir (sempre que a si lhe pareça que ele quer mamar). 
Um bebé pode desejar mamar passados 15 minutos de ter terminado uma mamada, ou pode passar 4 horas sem pedir o peito.
Contudo, deve certificar-se que o bebé está a mamar leite suficiente ou seja, ele deve mamar pelo menos 8 a 12 vezes, em cada 24 horas.
Quando o seu bebé tem fome ele pode fazer algum destes gestos:

bullet

encostar o nariz ao seu peito

bullet

fazer movimentos da boca em busca do mamilo

bullet

fazer movimentos de sucção

bullet

pôr as mãos na boca

bullet

chorar

Nas primeiras 3 semanas de vida, o intervalo entre cada mamada não deve ser superior a 3 a 4 horas (o tempo é contado desde o início de uma mamada até ao início da seguinte). 
Se for necessário, você terá que despertar o seu bebé para que ele mame (durante essas primeiras semanas). 
Alguns recém-nascidos são dorminhocos e difíceis de acordar. Verifique a temperatura ambiente (o excesso de calor provoca sonolência) e o vestuário do seu bebé. Estará demasiado agasalhado?

Início da Página

horizontal rule

Quanto tempo deve durar cada mamada?

O tempo que cada bebé necessita para completar uma mamada, varia de bebé para bebé e de mãe para mãe. 
Varia de mamada para mamada e depende muito da idade do bebé. Um recém-nascido demora bastante mais tempo em cada mamada do que um bebé de 6 meses.
Além disso, a composição do leite é diferente no início e no final da mamada, e também é diferente nos primeiros dias de vida ou quando o bebé tem 6 meses.
O leite do início da mamada é mais aguado e contém a maior parte das proteínas e açúcares. O leite do final da mamada é menos abundante mas tem mais calorias (é rico em gordura e vitaminas lipossolúveis).
O tempo que o bebé demora em cada refeição é muito variável e não há que estabelecer regras fixas. 
O bebé é o único que sabe quando é que "já chega", quando é que ficou satisfeito e para isso é importante que tenha tomado suficiente leite do final da mamada (aquele que é rico em gordura).
O ideal é que a mamada dure até que seja o bebé quem se solta espontaneamente do peito.
Os bebés amamentados regulam-se a si mesmos: mamam o que necessitam em cada refeição.

É importante referir que não são as mamadas longas ou muito frequentes que provocam gretas nos mamilos, mas sim a posição incorrecta do bebé á mama e a forma errada de ele "agarrar" o mamilo.

 

Início da Página

horizontal rule

Em cada mamada, deve mamar nos dois peitos ou apenas em um?

A composição do leite é diferente no início e no final da mamada. 
O leite do início da mamada é mais aguado e contém a maior parte das proteínas e açúcares. Este leite inicial serve para saciar a sede do bebé.
Á medida que mama, o leite vai-se tornando progressivamente mais rico em gordura. O leite do final da mamada é rico em gordura e por isso tem mais calorias ("engorda" mais do que o leite inicial).
O bebé necessita tanto do leite inicial como do leite final.
Por esta razão, é importante deixar que o bebé mame completamente do primeiro peito antes de oferecer-lhe o segundo.
Espere até que o bebé se solte espontaneamente da mama. 
Só depois deve oferecer o outro peito. Algumas vezes pode aceitá-lo, outras vezes já estará saciado e não quererá mais.

Na mamada seguinte, deve começar por oferecer ao bebé a mama que ficou mais cheia (aquela que antes tinha oferecido em segundo lugar e na qual o bebé mamou menos tempo).

 

Início da Página

horizontal rule

Como posso aumentar a quantidade de leite que produzo?

Para aumentar a produção de leite é importante certificar-se que a pega de bebé (adaptação da boca do bebé à mama da mãe) é correcta (confira na página sobre a posição) e se for necessário, deve corrigir o que não está bem. Deve aumentar a frequência das mamadas (lembre-se que quanto mais amamentar, mais leite o seu corpo irá produzir). Deve oferecer as duas mamas em cada mamada e dar tempo para que o bebê esvazie bem as mamas. Se o bebé estiver sonolento ou se não sugar vigorosamente, deve trocar de mama várias vezes durante a mesma mamada. Deve eliminar o uso de chupetas, biberão e bicos de silicone. No espaço de 2 a 3 dias de persistência, o seu corpo irá responder a estas mudanças.

 

Início da Página

horizontal rule

 

 

Não estará a fazer do meu peito uma chupeta?

Esta comparação é ridícula. 
As mulheres amamentam os seus filhos desde há milhares de anos e as chupetas inventaram-se há cerca de cem anos. 
A mãe não é uma chupeta humana. A chupeta é que é uma fraca imitação do peito da mãe, uma mãe de borracha.
Quando um bebé procura consolação, o peito da mãe dá-lhe leite, amor e calor. O contacto físico com o corpo da mãe acalma o bebé.
Pelo contrário, as chupetas não têm esta capacidade e podem mesmo distrair um bebé que esteja a pedir alimento.

Mais uma vez, é importante referir que não são as mamadas longas ou muito frequentes que provocam gretas nos mamilos, mas sim a posição incorrecta do bebé á mama e a forma errada de ele "agarrar" o mamilo.

 

Início da Página

horizontal rule

O meu filho já fazia intervalos de três horas entre cada mamada, 
mas hoje está a querer mamar a toda a hora.
Será que o meu leite ficou fraco?

Não existe leite fraco.
O que acontece é que os bebés passam por períodos de crescimento mais rápido, as chamadas "crises de crescimento". 
Nestas fases, o bebé quer mamar mais frequentemente e estas mamadas frequentes vão fazer aumentar a produção do leite materno.
Quando o bebé mama ao peito, estimula as terminações nervosas que farão com que a sua mãe produza muito leite. Quanto mais o bebé mama, mais leite a mãe produz.
Ao fim de 2 ou 3 dias a quantidade de leite produzida pela mãe aumentou consideravelmente e agora é suficiente para que o bebé volte novamente a fazer intervalos maiores entre as mamadas.

 

Início da Página

horizontal rule

Até quando devo amamentar o meu bebé?

Você deve amamentar até quando você e seu bebé desejarem.
Não há duas mães iguais nem dois bebés iguais.
Os benefícios da amamentação, quer para a mãe quer para o bebé, continuam enquanto esta durar.

Como referência, veja neste site a página com as recomendações da Organização Mundial de Saúde.

 

Início da Página

horizontal rule

O meu filho já fez dois anos e continua a querer mamar. 
Tenho ouvido alguns comentários negativos a esse respeito 
porque ele já é "crescido". Devo desmamá-lo?

Cada criança é diferente no seu crescimento e no seu carácter. 
A idade em que os bebés têm o seu primeiro dente, a idade em que aprendem a andar sem apoio, a idade em que deixam de usar fraldas, varia muito de criança para criança. 
O mesmo se passa com a idade em que uma criança está preparada para abandonar a amamentação.

Existem muitas razões para que uma criança necessite de ser amamentada durante mais tempo do que outra. 
Algumas crianças podem ter uma forte necessidade de sucção. 
Outras podem ter uma grande necessidade de proximidade e contacto físico. 
O ideal é que a criança possa crescer ao seu próprio ritmo e que ela desista da amamentação quando estiver pronta para isso.

Algumas mães são pressionadas por outras pessoas para desmamar os seus filhos. 
Críticas, comentários e opiniões negativas são frequentes, sobretudo quando a criança amamentada já é “crescida”. 
Quanto mais próxima é a relação da mãe com a pessoa que a pressiona, 
mais difícil é lidar com as críticas. 
A mãe deve basear a sua decisão nas suas próprias necessidades, 
nas necessidades do seu bebé e não nas expectativas de outras pessoas.

Estudos de antropologia, demonstram que em sociedades não ocidentais, onde não existe pressão social para desmamar as crianças, é habitual a amamentação continuar até aos 3 e 4 anos de idade.

A mãe deve usar a sua intuição como guia, em vez das instruções de outras mães, já que não há duas mães iguais nem duas crianças iguais.
Por isso, o desmame não deve ser imposto de fora como algo artificial, mas sim uma etapa que surge naturalmente ao longo do crescimento da criança e da sua relação com a mãe.

 

Início da Página